Como bêbados.

31 08 2009

…uauu..já faz um tempo que não escrevo nada aqui. É, confesso que andei  meio desanimado…. não que não tenha nada a dizer.

   Nem sempre a gente está motivado pra fazer certas coisas. No cotidiano de nossas vidas não é raro irmos empurrando com a barriga tudo aquilo que mais chato….seria perfeito  se esse exercício pudesse deixar nosso abdômem mais definido ao invés e horas de malhação (não a da T.V mas a da academia). mas ae não seria mundo..seria céu..

   Nem tudo aquilo que a gente começa com certo entusiasmo conseguimos chegar na metade com o mesmo vigor. Ás vezes pelas dificuldades que vão aparecendo, outras pelos confrontos ao nosso ego (ou desejos), e outras por preguiça. São poucos os que cruzam o vale escuro da chatice, do esforço, da luta, do crescimento e do orgulho. Sim, de fato a maioria deixa a dieta pra segunda feira porque na quarta tem rodízio e pizza…

   Na caminhada cristã somos assim também. Quando começamos estamos animados com todas as novidades mas aos poucos aquele brilho nos olhos, aquele fogo no coração parecem  perderem sua força. É chegada a hora do vale. O momento crítico, onde o que conta é o desejo de prosseguir, confiando que Deus está ali, conosco e logo adiante também.

  Muitos se preparam para uma corrida de 100 metros. Cheios de vigor, prontos pra arrebentar nos 100 metros e saem como corisco. Mas a vida cristã é uma maratona.  

  Podemos dizer que o cristianismo é uma estrada reta e segura que nos leva a salvo para um Reino fantástico. O problema é que nós andamos nela como bêbados. Ás vezes cambaleando pra esquerda, ás vezes pra direita, ás vezes parados na beira e outras caídos do lado de fora da estrada. Mas ela continua firme, mesmo que nosso passos se afrouxem. Mesmo que imaginemos curvas nela,ou buracos ou degraus…..mesmo que botemos pedágio nela…ou tentemos atalhos….a estrada continua como sempre foi..reta!

   Eis o desafio dos que cambaleiam em suas utopias: somente os sóbrios de espírito saberão andar nela. Mas também , para aqueles do nós…que ainda estão se curando do último porre (sua possível última ressaca)….segura no ombro do amigo ao lado e siga firme…porque juntos somos melhores!

Anúncios